Alerta de tendência: revestimentos geométricos

Posted on Posted in Uncategorized

Há algum tempo, os arquitetos buscam formas de incluir cor e vida em seus projetos. Por isso, os revestimentos geométricos estão sendo cada vez mais usados em diferentes ambientes. Para que você também siga essa tendência, conversamos com profissionais e pegamos dicas essenciais sobre esse tipo de cobertura. Confira!

Cobertura com bossa

Uma das formas mais práticas de investir em ladrilhos de forma harmônica é incluí-los na decoração pontualmente. No projeto do Studio D.Lux, os azulejos hexagonais criaram um caminho entre a sala e a cozinha, dando continuidade entre os dois ambientes, o que anteriormente não existia. A união das peças com um piso de cimento queimado deu ainda mais destaque para a solução.

Projeto do Studio D.Lux com piso em porcelanato e cimento queimado
Projeto do Studio D.Lux com piso em porcelanato e cimento queimado

E se meu ambiente for pequeno?

Não tem problema algum! O arquiteto Denis Fuzzi, do Studio D.Lux dá a dica de não usar uma mistura muito forte de tons. ‘’Além disso, as geometrias devem ser simples, sem desenhos no interior delas’’, completa.

A profissional Paula Nader concorda: ‘’Para ambientes pequenos, procuramos restringir a paleta de cores para que a forma se destaque mais. Estampas muito grandes às vezes se perdem se não há distância e, com isso, a perspectiva para apreciá-la’’.

À esquerda: banheiro do Studio D.Lux com ladrilho hidráulico. À direita: revestimento em porcelanato no bar criado pelo Studio Maxma
À esquerda: banheiro do Studio D.Lux com ladrilho hidráulico. À direita: revestimento em porcelanato no bar criado pelo Studio Maxma

Madeira também pode!

Não é só de cerâmica que vive essa tendência. Para quem não quer apostar em pisos frios, mas quer uma estética moderna, é possível usar as estampas na madeira. No caso da foto abaixo, o Studio Maxma fez um projeto onde a cozinha e a sala receberam revestimentos em parquet.

Sala do Maxma Studio com piso em parquet
Sala do Maxma Studio com piso em parquet

Outra maneira diferente de apresentar os geométricos é o uso de painéis. A arquiteta Paula Nader costuma apostar em azulejos do Coletivo MUDA, um grupo de artistas urbanos, para decorar paredes inteiras. ‘’Eles são desenvolvidos especialmente pelos artistas, de acordo com o briefing do cliente e também levam em conta o lugar e as dimensões de onde serão instalados. Já utilizamos em salas, varandas, terraços, piscinas, cozinhas, lobbys…’’, conta a profissional.

revestimento-geometrico-5
Projeto da arquiteta Paula Nader com painel em azulejo do Coletivo Muda. Foto: MCA Estúdio

As vantagens dessa escolha são inúmeras. ‘’O primeiro aspecto é a liberdade que um painel artístico traz em si. Arte não precisa combinar. Além disso, espaços contemporâneos, sejam mais sofisticados, mais descontraídos, jovens ou não, todos recebem um painel desses muito bem e ganham personalidade, alegria e um grande prazer para quem convive ali.”

revestimento-geometrico-6
Projetos da arquiteta Paula Nader com painéis em azulejo do Coletivo MUDA. Foto: MCA Estúdio